quarta-feira, 26 de maio de 2010

ENFIM, O PLANO NACIONAL CONTRA O CRACK por Archimedes Marques

Há alguns anos atrás, quando o crack foi introduzido no Brasil, em especial em São Paulo, seu uso estava praticamente restrito a classe paupérrima da nossa sociedade devido ao seu baixo custo de venda, começando assim a sua trajetória inglória e mortal com os moradores de rua que eram viciados em álcool, maconha ou em cheirar cola e que assim viam naquela nova e poderosa droga mais barata e acessível, a pretensa solução para amenizar os seus problemas sociais.


Para continuar a leitura do artigo, clique no DIREITO PENAL REFORMACIONAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário