terça-feira, 30 de dezembro de 2008

"Bem aventurados os que observam o direito, que praticam a justiça em todos os tempos." Sal. 106:3

Nobre Prof. Luis Cavalcante,

Folgo com seu bom contato, eis que, apesar da grande quantidade de e-mails, correspondências e ligações de todo o Brasil, e de alguns outros países, faço questão de contactar a todos pessoalmente, por isso, nem sempre a resposta é dada com a brevidade e objetividade aguardada pelos internautas.

Honra-nos saber que você tem acessado o "site direitonosso", esperamos que ele esteja contribuindo para seu enriquecimento jurídico-eclesiástico, eis que é a disponibilização de material de utilidade para as Igrejas e Organizações Religiosas.

Foi neste mesmo objetivo que escrevemos os livros: "O Novo Código Civil e as Igrejas", que conta com o "Suplemento Atualizador", contendo as recentes alterações do Código Civl, e ainda, "O Direito Nosso de Cada Dia", ambos pela Editora Vida, ou seja, despertar e instrumentalizar os irmãos para as questões legais que envolvem nossas Igrejas e Organizações Religiosas, neste nova ordem jurídica.

Por oportuno, registro que participamos, na condição de Co-autor, da Obra Coletiva: "Questões Controvertidas - Parte Geral do Código Civil", Vol. 6, e, nossa 4ª Obra Jurídica, lançada na Bienal do Livro do Rio de Janeiro, sob o tema: "Novo Direito Associativo", ambos pela Editora Método, em 2007, onde abordamos, de forma detalhada a regulamentação legal para todos os tipos de Organização Associativa, inclusive Igrejas de todas as confissões de fé, atualizadíssima, pelas últimas alterações no Código Civil, e ainda, lançamos o DVD - Palestra: Implicações Tributárias das Igrejas", pela Editora CPAD, em 2008.

Cremos as obras que produzimos tem exatamente a proposta de orientar a liderança religiosa nacional das implicações do novo Código Civil para as Igrejas, e penso que o irmão, após examiná-las terá uma visão panorâmica das questões legais que envolvem a Igreja, enquanto pessoa jurídica de direito privado, com o direito de auto-regulamentar-se na elaboração do Estatuto Social, estando submissa a nova lei civil brasileira, e aí sabera das implicações jurídicas para a Igreja, nesta nova ordem jurídica nacional.

Com relação a sua mensagem eletrônica, registro minha gratidão por sua consideração na indicação de seu BLOG, que é um riquíssimo acervo de material teológico-jurídico, e ainda pela gentileza da inserção do link para um de nossos artigos inseridos no Portal do Instituto Jetro, sob o tema: "Os Evangélicos e a Homofobia".

Aproveito o ensejo para encaminhar o BLOG da Associação dos Advogados Evangelicos do Brasil: http://oadvogadoevangelico.blogspot.com/, administrado pelo Dr. Carlos H.B. de Castro Magalhães, Coordenador Geral: decastromagalhaes@yahoo.com.br, e, presidida pelo Dr. Joel de Brito Soares: joel@igrejadorecreio.org.br.

No afã de prover orientação ao nosso povo, temos encetado variadas parcerias na realização de Simpósios sobre "AS IMPLICAÇÕES DA ALTERAÇÃO NO CÓDIGO CIVIL E AS IGREJAS", e será uma satisfação encetar uma salutar parceria, sob vossa liderança, na promoção de um Simpósio Legal, voltado a pastores, diáconos, ministros, seminaristas, presbíteros, evangelistas, religiosos, advogados, contadores, estudantes de direito e contabilidade, bem como, todos os demais líderes eclesiásticos preocupados em estar preparados para ser exemplos dos fiéis também nas questões legais.

Rogando a Deus que permaneça a abençoa-lo, eis que necessito de sua intercessão para que possamos continuar a prover o povo de Deus de orientação preventiva em nosso Ministério de Suporte Jurídico-Eclesiástico Profissional, neste novo tempo legal.

Aí sem "...os embaraçados desta vida...", possamos prosseguir na propagação do evangelho do Reino, do qual somos todos cooperadores pela graça de Deus.

Fraternalmente,

Gilberto Garcia,
Consultoria de Soluções Jurídicas.
Tel.:(21)2696-5244//Cel.:(21)9912-6678
www.direitonosso.com.br
"Dá-nos (ó Senhor) sucesso em tudo que fizermos,
sim, dá-nos sucesso em tudo." Sal. 90:17b NTLH

Nenhum comentário:

Postar um comentário